domingo, 12 de outubro de 2008

Esperas Em Noites de Chuva

O que fazer quando é tudo possível?
fazer algo não transcende a ilusão

Cortar a cabeça, devora-la
Nada além de golpes violentos
Na propria cabeça, na própria cara

A tempestade leva a tudo, purifica tudo
o que nos resta é esperar
aceitar em nossos corações
o perdoar pleno das gotas de chuva

Um comentário:

emanuel menim disse...

Ei! gostei disso! a tempestade lavando nódoas do passado? o perdão? isso foi muito bom.
continue escrevendo.